Fábio Ostermann: independência é seguir convicções, não governos!

Muita gente não entende o que significa ser INDEPENDENTE. Aqui na Assembleia Legislativa do RS somos a única bancada independente, entre 13 de situação e 3 de oposição. Isso quer dizer que não pautamos nossas tomadas de posição pelo que o Governo quer, mas sim por aquilo que acreditamos que seja mais correto, justo e mais conectado com a nossa visão de paz, liberdade e prosperidade para o Rio Grande do Sul.

Nesse sentido, é essencial diferenciarmos políticas de Estado de políticas de Governo. Ontem votamos favoravelmente a uma PEC proposta pelo Governo (PEC 272/19, aprovada por 39 votos a 13) e, na mesma sessão, lideramos a oposição contra o Projeto de Resolução 17/19 proposta pela Liderança do Governo e que propõe aumento de gastos da Assembleia para se conduzir os trabalhos de articulação do Governo na casa. Para além do aumento dos gastos públicos em um período de crise extrema, acreditamos que essa medida abre espaço para uma interferência indevida e perigosa do Poder Executivo no Poder Legislativo.

O Legislativo foi instituído, nos seus primórdios, para ser a forma de representação mais ampla da sociedade e para limitar os excessos do Executivo. Precisamos resguardar a integridade e a independência do Parlamento não importa quem esteja no poder.

Votamos e seguiremos votando a favor de projetos do Governo que estejam alinhados aos nossos valores e princípios. Mas nos oporemos também àquilo que for contra o Estado de Direito, que desrespeite o dinheiro do pagador de impostos e que afaste o RS do caminho da paz, da liberdade e da prosperidade. Isso é ser NOVO!

Para receber este vídeo no seu whatsApp, envie a palavra GOVERNO para 51 99693-6690 ou acesse bit.ly/FaleComFabio