Fábio Ostermann: o atual modelo previdenciário é insustentável

Quanto mais demorarmos para fazer uma ampla Reforma da Previdência, menos dinheiro teremos para políticas públicas de assistência social, de educação, de segurança e saúde.

Nossa participação na audiência pública da Comissão Especial para debater a Previdência Pública, realizada em Pelotas, buscou esclarecer que sem reforma o Brasil irá quebrar!

Para receber este vídeo no seu WhatsApp envie a palavra PELOTAS para o número (51) 99693-6690