Fabio Ostermann: para onde vai a receita das privatizações?

Ainda estão pouco claros os planos do Governo do Estado sobre como serão aplicadas as receitas provenientes da privatização de CEEE, CRM e Sulgás em conformidade com o Regime de Recuperação Fiscal. Nós, da Bancada do Partido Novo, somos amplamente favoráveis às desestatizações, mas é preciso seriedade e transparência na condução deste processo.

Os recursos que entrarão nos cofres do Estado devem ser usados para sanar os passivos mais onerosos que hoje sangram nossas contas públicas e impedem a recuperação do Rio Grande do Sul e a funcionalidade das nossas instituições. É imprescindível que a Assembleia Legislativa mantenha-se vigilante e cumpra com seu papel de poder fiscalizador!

Para receber este vídeo no seu WhatsApp, envie a palavra RECEITA para o número (51) 99693-6690