Fábio Ostermann: por que a esquerda brasileira segue apoiando Maduro?

Na última quinta-feira, durante a sessão plenária da Assembleia, aproveitei a rara presença de alguns dos nossos colegas deputados de PT e PSOL durante as minhas falas para conclamá-los a se juntarem a nós na defesa do povo da Venezuela manifestando também o seu repúdio ao tirano Maduro. O facínora se mantém no poder em boa parte devido à legitimidade que lhe dá uma parcela da comunidade internacional e da imprensa e opinião pública à esquerda.

Ser contra o que Maduro está fazendo com a Venezuela não é uma questão de ser de esquerda ou de direita, mas sim de ter um mínimo de compaixão e humanidade por um povo vizinho que sofre nas mãos de um ditador que já demonstrou estar disposto a fazer dezenas de pessoas inocentes sofrerem penas duríssimas para não perder seu poder!