Fábio Ostermann: situação deplorável do presídio de Erechim se repete estado afora

O sistema penitenciário é sem sombra de dúvidas a face mais negligenciada do sistema penal no Brasil. E no Rio Grande do Sul a situação não é diferente: o atual modelo, centrado unica e exclusivamente no investimento e gestão estatal está deixando as instituições penais gaúchas à beira do colapso, contribuindo para o aumento da impunidade e da criminalidade fora das prisões. É fundamental debatermos alternativas para o caos penitenciário instalado no nosso estado!