Homeschooling: Ostermann denuncia manobra protelatória de deputada

Foi novamente adiada a votação do Projeto de Lei (PL) 170/2019, que regulamenta a prática do ensino domiciliar no Rio Grande do Sul. Durante sessão da Comissão de Educação nesta terça-feira (23/03), a deputada Sofia Cavedon (PT) pediu para reexaminar o próprio parecer.

De acordo com o autor da proposta, deputado Fábio Ostermann (NOVO), a petista está fazendo uso de uma manobra protelatória. “Lamento que a deputada petista utilize esse recurso buscando impedir que a Assembleia decida sobre este tema tão importante que é o homeschooling. Sabemos que ela não irá modificar o seu posicionamento”, pontuou.

Ostermann lembrou que Sofia já apresentou parecer contrário à matéria e não deve mudar de posição. A tramitação da matéria já dura cerca de dois anos.

O deputado do NOVO anunciou que irá propor uma audiência pública sobre o ensino domiciliar na Comissão de Educação. “Após a realização da audiência, espero que possamos votar muito em breve o projeto que regulamenta o homeschooling no plenário.”