Bancada do NOVO pede suspensão nos prazos de pagamento do ICMS durante vigência da bandeira preta

A Bancada do NOVO solicitou nesta terça-feira (02/03) para o Governo do Estado a flexibilização do ICMS para as empresas gaúchas que atualmente estão sujeitas às restrições da bandeira preta. Em documento encaminhado ao governador Eduardo Leite, os deputados do NOVO, Giuseppe Riesgo e Fábio Ostermann, demandam a adoção de medidas com o objetivo de viabilizar o diferimento do ICMS para os negócios que estão submetidos às limitações mais rigorosas.

O diferimento é quando o governo deixa de cobrar os impostos em um determinado período para recolher posteriormente.  Neste caso, o diferimento do ICMS possibilitaria um fôlego financeiro decisivo para os negócios que atualmente estão enfrentando as restrições impostas pelo governo