Bancada do NOVO quer o afastamento de Lara da presidência da ALERGS

A bancada do Partido NOVO defendeu o afastamento do deputado Luis Augusto Lara (PTB) do cargo de Presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.  Junto de seu irmão, Divaldo Lara, prefeito de Bagé, o petebista foi condenado pela Justiça Eleitoral por abuso do poder econômico e político, e  ainda teve o seu mandato cassado, por ter usado a máquina pública de Bagé para se beneficiar na eleição de 2018.

A condenação de Lara pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) trata-se de uma decisão inédita, pois a Corte nunca havia cassado o mandato de um presidente da Assembleia no exercício do cargo. “A nossa bancada manifestou o desejo de que o presidente se afaste de sua posição. O deputado Lara tem todo o direito à ampla defesa, mas acreditamos que não seja razoável que o chefe de um poder esteja sob uma condenação de cassação. O Parlamento precisa ser resguardado”, declarou Fábio Ostermann ao jornal Zero Hora.

Leia aqui a matéria completa.