Com o apoio do NOVO, PEC que retira a necessidade de plebiscito para a privatização da Corsan é aprovada

Nesta terça-feira (27), a  PEC 280/19 foi aprovada em 1º turno na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A proposta retira a obrigatoriedade da realização de plebiscito para a privatização da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

A proposta deve ainda ser aprovada em segundo turno, ao longo das próximas semanas, para que então um novo projeto de lei possa autorizar definitivamente a desestatização do setor de água e esgoto. “É o primeiro passo para a venda de mais uma estatal, abrindo caminho para maior investimento na área de saneamento básico, setor fundamental e ainda longe do adequado”, declarou o deputado Fábio Ostermann.

Em suas redes sociais, o parlamentar relembrar o histórico de acordos políticos que antecedem a implementação de plebiscitos para privatizar empresas estatais no RS.  “A necessidade de plebiscito para privatização é um verdadeiro jabuti, inventado nos governos petistas para impedir o enxugamento da máquina pública e o corte de cabides e penduricalhos. Seremos sempre favoráveis a um estado mais livre, eficiente e próspero”, concluiu o parlamentar.