Fiergs declara apoio à PEC do Teto de Gastos em encontro com Fábio Ostermann

Uma das entidades que mais se envolveu no debate sobre a reforma tributária estadua, a Fiergs reafirmou o apoio à PEC do Teto de Gastos. A posição sobre a necessidade do governo fazer um controle mais rígido das despesas foi obtida em reunião entre o deputado Fábio Ostermann com o presidente da entidade, Gilberto Petry. A proposta estabelece, durante 20 anos, um limite anual para os gastos do Estado. O texto já conta com 17 assinaturas de parlamentares, das 19 que são necessárias para o protocolo.

A PEC prevê a instituição do Novo Regime Fiscal Gaúcho e, segundo Ostermann, será fundamental para o ajuste nas contas públicas. “Se não impusermos travas rígidas nos gastos do governo, a tendência é que a conta a ser paga pela população siga crescendo, impedindo a recuperação econômica do Rio Grande do Sul e aprofundando o buraco fiscal em que nos encontramos”, apontou o parlamentar durante o encontro.